_DSF1355.jpg

Ana Pais Oliveira (1982, Vila Nova de Gaia) vive e trabalha em Espinho. É licenciada em Artes Plásticas – Pintura pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto (2005) e doutorada em Arte e Design – Pintura pela mesma faculdade (2015), com o projeto A cor entre o espaço pictórico e o espaço arquitetónico: processos relacionais nas práticas artísticas contemporâneas. Obteve a Certificação de Mérito por ter obtido a melhor classificação do Curso de 3.º Ciclo em Arte e Design, no ano letivo 2015/2016. É artista residente no FACE – Fórum de Arte e Cultura de Espinho, onde tem o seu atelier e colabora em diversas iniciativas, desde abril de 2016. É membro colaborador do núcleo de investigação em Arte e Design no Instituto de Investigação em Arte, Design e Sociedade e integrou o projeto de investigação Bases Conceptuais da Investigação em Pintura (2014-2019). Foi bolseira da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) entre 2011 e 2015. É também membro do AIC Study Group on Environmental Colour Design e da APcor – Associação Portuguesa da Cor. Fez parte da seleção portuguesa para a Bienal Jovem Criação Europeia 2013/2015, itinerante por nove países europeus, foi selecionada para a XV Convocatória da Galeria Luis Adelantado em Valencia (2013) e venceu o Kunstpreis Young Art Award <33 [colour] da Galeria Art Forum Ute Barth em Zurique, Suíça, onde expôs individualmente no Verão de 2014. Foi também selecionada para a longlist do Solo Award 2016 / London Art Fair 2017, promovido pela Wilson Williams Contemporary Art Gallery, Londres, para o Premio de Pintura Fundação Focus-Abengoa 2017, Sevilha e para a longlist do conhecido Jackson’s Painting Prize 2021 (400 entre 8674 candidaturas a nível mundial). A sua pintura Ar livre #2 foi selecionada para impressão e apresentação no Munsell Centennial Color Symposium no Massachusetts College of Art and Design em Boston (10-15 Junho 2018) e na edição especial do Journal Color Research and Applications. Foi também convidada pelo grupo Desistart para desenhar uma coleção de tapetes de luxo, Perspectives Collection, que foi apresentada pela primeira vez na Maison & Objet 2019, em Paris, e no The Hotel Show Dubai, no Dubai World Trade Centre, Maio de 2021. Foi convidada pelo Vinha Boutique Hotel, hotel de luxo no Porto, para fazer uma obra site specific de 200x500cm, instalada no seu lobby principal. 

Venceu o 1º Prémio no XLIX Concurso Internacional de Pintura Homenaje a Rafael Zabaleta, Quesada, Jaén, Espanha. Obteve o Prémio Aquisição dos Amigos da Biblioteca-Museu de Amarante na 9ª Edição do Prémio Amadeo de Souza-Cardoso (2013), o 1º Prémio Aveiro Jovem Criador (2009), o 1º Prémio Engenho e Arte (2009), o 3º Prémio no 1º Prémio Jovem de Artes Plásticas da Figueira da Foz (2009), o 1º Prémio Arte XXI 10 (2009) e o 1º Prémio Eixo Atlântico na VIII Bienal Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular (2008), entre outros prémios e menções honrosas de pintura e artes plásticas. Expõe individual e coletivamente desde 2003, em Portugal, Espanha, Reino Unido, Itália, Suíça, França, Alemanha, Brasil, Holanda, Lituânia e Hungria. 

Participa regularmente em conferências e seminários, tendo recentemente apresentado o seu trabalho em conferências em Génova, Newcastle, Valencia, Lisboa, Monção e Porto. Foi elemento do júri da IX Bienal Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular (2010), do XXI Encontro Internacional de Estátuas Vivas, Espinho (2017),  da secção Short Animation e Experimental Film do FEST – New Directors, New Films Festival, Espinho, 2018 e de uma prova de mestrado na Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto. Foi convidada para fazer a curadoria de duas exposições coletivas integradas na programação da 6ª Bienal Internacional de Arte de Espinho: Show me your face, no Centro Multimeios de Espinho e Paperwork, na Galeria da Junta de Freguesia de Espinho (Abril 2021).

A sua obra está representada nas coleções S&A, Porto, Museo Zabaleta, Quesada (Jaén, Espanha), Fundação Focus-Abengoa (Sevilha), Banco BPI, Eixo Atlântico, Casa da Cultura/Casa Barbot, Museu Municipal de Espinho, Museu Municipal de Amarante e várias coleções particulares.

 

Ana Pais Oliveira (Vila Nova de Gaia, 1982) lives and works in Espinho, Portugal. She graduated in Painting at the School of Fine Arts, University of Porto (2005) and she has a PhD on Art & Design – Painting with the project Colour between pictorial and architectural space: relational processes in contemporary artistic practices (2015, School of Fine Arts, University of Porto). She obtained the diploma of Merit for the best classification in the PhD on Art & Design, academic year 2015/2016. She is a resident artist at FACE – Fórum de Arte e Cultura de Espinho, where she has her studio and collaborates in several initiatives since April 2016. She is a collaborator member in the Art and Design Nucleus at the Research Institute in Art, Design and Society (i2ADS), School of Fine Arts, University of Porto and was a member of the investigation group “Bases Conceptuais da Investigação em Pintura” (2014-2019). She had an investigation scholarship from the Foundation for Science and Technology (FCT) between 2011 and 2015. She is also a member of the AIC Study Group on Environmental Colour Design and of APcor – Associação Portuguesa da Cor. She was part of the Portuguese selection for the Young European Biennial 2013/2015, was selected to the XV Open Call of Galeria Luis Adelantado in Valencia (2013) and won Kunstpreis Young Art Award <33 [colour] at the Gallery Art Forum Ute Barth in Zürich, Switzerland, where she had her solo show in the summer of 2014. She was longlisted to the Solo Award 2016 / London Art Fair 2017, promoted by Wilson Williams Contemporary Art Gallery, London, and to the well-known Jackson’s Painting Prize (400 selected out of 8674 applications worldwide). She was also selected to Premio de Pintura Fundacion Focus-Abengoa 2017, Seville. Her painting Ar livre #2 was selected to be printed for display during the Munsell Centennial Color Symposium at the Massachusetts College of Art and Design in Boston, June 2018 and in the special Munsell Centennial edition of the journal Color Research and Applications.

She was also invited by Desistart Group to design a luxury rugs collection, Perspectives Collection, to be exhibited at Maison & Objet Paris 2019. In 2020 she was invited by Vinha Boutique Hotel (Porto, Portugal) to make a site specific 200x500cm painting to be installed in its lobby.

She won the XLIX Concurso Internacional de Pintura Homenaje a Rafael Zabaleta, Quesada, Jaén, Spain (2019), the acquisition prize Amigos da Biblioteca-Museu de Amarante in the 9th Edition of the Prize Amadeo de Souza-Cardoso (2013), the First Prize Aveiro Jovem Criador (2009), the First Prize Engenho e Arte (2009), the First Prize Arte XXI 10 (2009) and the First Prize Eixo Atlântico in the VIII Biennial Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular (2008), among other painting prizes and honorable mentions.

She has exhibited individually and collectively since 2003, in Portugal, Spain, United Kingdom, Italy, Switzerland, France, Germany, Brazil, Holland, Lithuania and Hungary. She regularly participates in conferences and seminars about her work and investigation, having presented it recently in Genoa, Newcastle, Valencia, Monção, Lisbon and Porto. She was a jury member of the IX  Biennial Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular (2010), the XXI Encontro Internacional de Estátuas Vivas, Espinho (2017), the section Short Animation and Experimental Film at FEST – New Directors, New Films Festival, Espinho, 2018 and a master’s jury in the School of Fine-Artes, University of Porto. Her work is represented in the collections S&A, Porto, Museo Zabaleta, Quesada (Jaén, Spain), Focus-Abengoa Foundation (Seville), Banco BPI, Eixo Atlântico, Casa da Cultura/Casa Barbot, Museu Municipal de Espinho, Museu Municipal de Amarante and private collections.

Photo: Vitorino Coragem